BR.Syvum Página Inicial

Home > Diversão > Yoga > Print Preview

Posturas de Yoga : Posição da Montanha (Parvatasana)

 
apid    Exatamente o que você precisa saber! 
eview  

Posturas de Yoga : Posição da Montanha - parvatasana

Informações Básicas sobre a Postura de Yoga (Asana)

A Posição da Montanha (cujo nome indiano original é Parvatasana) na prática de Yoga favorece a redução das dores causadas pela artrite nos ombros, bem como o alongamento da parte superior do corpo.

Note que Parvata significa Montanha. A postura recebe este nome porque a pessoa que a pratica lembra uma montanha, com os braços levantados como se fosse um pico.

Técnica Passo a Passo Posturas de Yoga : Posição da Montanha - parvatasana

  1. Sente-se no chão com sua cabeça e espinha eretas. Estique as pernas para a frente, de modo que seus joelhos e calcanhares fiquem juntos. Com a ajuda de suas mãos, coloque o seu pé direito sobre a coxa esquerda e o pé esquerdo sobre a coxa direita. Veja a Posição de Lótus (Padmasana) para maiores detalhes.
  2. Coloque as mãos postas, de modo que as palmas fiquem em contato com os dedos estendidos. Começando na altura do peito, estique os braços lentamente para cima ao longo do eixo vertical do corpo até que fiquem acima da sua cabeça. Certifique-se de que os braços toquem suas orelhas e não estejam dobrados no cotovelo. Certifique-se também de que a parte superior do corpo esteja completamente, porém confortavelmente, esticado desde os quadris até os dedos.
  3. Permaneça nesta postura final respirando normalmente e uniformemente com os olhos fechados por cerca de 1-2 minutos (no começo) ou até o seu limite*. Aumente este tempo gradativamente.
  4. Repita os passos acima invertendo os lados esquerdo e direito. Isto fará com que ambas as pernas adquiram flexibilidade por igual.

Dicas e Comentários

  1. Você poderá inclinar a cabeça para a frente e colocar o queixo sobre o peito, caso ache confortável. De qualquer forma, a sua espinha deve estar ereta.
  2. As mãos devem ficar estáveis, sem tremores, e as palmas devem apenas se tocar sem pressão.
  3. No começo você poderá sentir dor nos joelhos e pode conseguir colocar apenas um pé confortavelmente sobre a coxa. Neste caso, você pode optar por tentar a Posição de Meia Lótus (Ardha Padmasana) como um exercício preparatório. A prática regular tornará o processo de posicionar o segundo pé mais fácil. Principiantes com joelhos e/ou tornozelos rígidos devem proceder com cuidado.
  4. Ao invés de manter os olhos fechados, você pode também se concentrar na ponta do seu nariz (Nasagra Drishti) ou entre as sobrancelhas (Bhrumadhya Drishti).
  5. Há também uma variação desta postura de Yoga na qual a pessoa entrelaça os dedos e estica os braços verticalmente para cima, acima da cabeça, com as palmas voltadas para cima.
  6. *Limite é o tempo até o qual você consegue permanecer confortavelmente em uma postura de yoga. O limite pode variar de pessoa para pessoa dependendo do condicionamento físico, idade e força de vontade.

Possíveis Benefícios da Postura de Yoga (Asana)

  1. The Posição da Montanha (Parvatasana) ajuda a sublimar a vitalidade no corpo da pessoa que a pratica devido ao total alongamento da coluna vertebral. Além disso, a espinha adquire uma postura ereta favorecendo ganho de altura observado em crianças e adolescentes.
  2. A postura desenvolve os vários músculos (bíceps, tríceps, e braquioradiais) dos braços.
  3. A respiração profunda e uniforme nesta posição de Yoga ajuda a pessoa que a pratica a expandir livremente os pulmões e o peito. Assim, ela também traz benefícios para aqueles com distúrbios respiratórios como asma.
 

Aviso Legal: Syvum não faz representações nem oferece garantias de quaisquer tipos, expressas ou implícitas, quanto a acurácia do conteúdo e uso das informações referentes à prática de de Yoga. É altamente recomendável que a pessoa procure orientação médica antes de praticar quaisquer atividades físicas. As informações aqui contidas não visam a substituição da opinião dos profissionais da área médica. À total extensão permissível por lei, Syvum se isenta de quaisquer garantias, expressas ou implícitas, incluindo, mas não limitadas a garantias implícitas e serventia para um propósito em particular. Syvum não será responsável por quaisquer danos derivados da utilização das informações referentes à prática de Yoga, incluindo mas não se limitando a danos diretos, indiretos, incidentais, punitivos e consequenciais.

 
10 more pages in Yoga

Fale consosco © 1999-2017, Syvum Technologies Inc. Politíca de Privacidade Aviso legal e direitos autorais