BR.Syvum Página Inicial

Home > Vestibular > FUVEST > Print Preview

FUVEST 2008
1ª Fase − Conhecimentos Gerais (25/11/2007)

Formatos Prova Resolvida Resolva a Prova Revisão

Esconder todas as respostas   Ver todas as respostas   Imprimir   Resolva o Quiz

1.
01
     Teste de DNA confirma paternidade de bebê
                perdido no tsunami
Um casal do Sri Lanka que alegava ser os pais de um
bebê encontrado após o tsunami que atingiu a Ásia, em
dezembro, obteve a confirmação do fato através de um
exame de DNA. O menino, que ficou conhecido como
"Bebê 81" por ser o 81º sobrevivente a dar entrada no
hospital de Kalmunai, era reivindicado por nove casais
diferentes.
                        Folhaonline, 14/02/2005 (adaptado).
Algumas regiões do DNA são seqüências curtas de bases
nitrogenadas que se repetem no genoma, e o número de
repetições dessas regiões varia entre as pessoas.
Existem procedimentos que permitem visualizar essa
variabilidade, revelando padrões de fragmentos de DNA
que são “uma impressão digital molecular”. Não existem
duas pessoas com o mesmo padrão de fragmentos com
exceção dos gêmeos monozigóticos. Metade dos
fragmentos de DNA de uma pessoa é herdada de sua
mãe e metade, de seu pai.
Com base nos padrões de fragmentos de DNA
representados abaixo, qual dos casais pode ser
considerado como pais biológicos do Bebê 81?


Resposta: C

2.
02 Em 1872, foi realizado o primeiro recenseamento do
Império. Baseado nos dados desse censo, o Mapa 1
apresenta a distribuição de escravos nas províncias
brasileiras em relação à população total. O Mapa 2 mostra
a porcentagem de índios aldeados em relação ao total de
escravos nessas mesmas províncias e nesse mesmo ano.
Considere os mapas acima e seus conhecimentos para
analisar as frases:
I.   As maiores populações de escravos do Império,
     naquele       período,      estavam    concentradas
     principalmente em províncias do atual Sudeste
     brasileiro, onde, na época, se desenvolvia, de forma
     acelerada, a cultura do café.
II. A grande parte dos índios aldeados do Império,
    relativamente à população de escravos, distribuía-se
    por territórios que hoje correspondem às regiões Norte
    e Centro-Oeste, onde trabalhavam na extração da
    borracha e em atividades mineradoras.
III. A baixa porcentagem de escravos, vivendo nas
     províncias da porção nordeste da atual região
     Nordeste do país, é indicativa do pouco dinamismo
     econômico dessa sub-região, naquele período.
Está correto o que se afirma apenas em
a)   I
b)   I e II
c)   I e III
d)   II e III
e)   III
Resposta: C

3.
03 Entrevistado por Clarice Lispector, à pergunta “Quais
as características da arquitetura brasileira?”, Oscar
Niemeyer respondeu:
A arquitetura brasileira assumiu desde os primeiros
tempos uma posição definida e própria no movimento
moderno, ingressando corajosamente nas formas livres e
inovadoras que hoje a caracterizam. Ao contrário do
“ângulo reto”, eram a curva e suas relações com o
concreto armado e nossa tradição barroca que nos
atraíam. Hoje, passados muitos anos, recordamos com
agrado esse período importante de nossa arquitetura; (...).
Fomos os primeiros a recusar o funcionalismo absoluto e
dizer francamente que a forma plástica em certos casos
(quando o tema o permite) pode prevalecer, que a beleza
é uma função e das mais importantes na arquitetura.
                               Clarice Lispector. Entrevistas.
No texto, o entrevistado estabelece oposição entre dois
elementos, com base em um determinado critério. No
quadro abaixo, os elementos e o critério estão
corretamente indicados em:


Resposta: C


4.
04 “Podemos dar conta boa e certa que em quarenta
anos, pela tirania e ações diabólicas dos espanhóis,
morreram injustamente mais de doze milhões de
pessoas...”
                      Bartolomé de Las Casas, 1474 – 1566.
“A espada, a cruz e a fome iam dizimando a família
selvagem.”
                                Pablo Neruda, 1904 – 1973.
As duas frases acima colocam como causa da dizimação
das populações indígenas a ação violenta dos espanhóis
durante a Conquista da América. Pesquisas históricas
recentes apontam outra causa, além da já indicada, que
foi
a) a incapacidade das populações indígenas em se
   adaptarem aos padrões culturais do colonizador.
b) o conflito entre populações indígenas rivais,
   estimulado pelos colonizadores.
c) a passividade completa das populações indígenas,
   decorrente de suas crenças religiosas.
d) a ausência de técnicas agrícolas por parte das
   populações indígenas, diante de novos problemas
   ambientais.
e) a série de doenças trazidas pelos espanhóis (varíola,
   tifo e gripe), para as quais as populações indígenas
   não possuíam anticorpos.
Resposta: E

5.
05 Por recomendação médica, uma pessoa deve fazer,
durante um curto período, dieta alimentar que lhe garanta
um mínimo diário de 7 miligramas de vitamina A e 60
microgramas      de    vitamina     D,    alimentando-se
exclusivamente de um iogurte especial e de uma mistura
de cereais, acomodada em pacotes. Cada litro do iogurte
fornece 1 miligrama de vitamina A e 20 microgramas de
vitamina D. Cada pacote de cereais fornece 3 miligramas
de vitamina A e 15 microgramas de vitamina D.
Consumindo x litros de iogurte e y pacotes de cereais
diariamente, a pessoa terá certeza de estar cumprindo a
dieta se


Resposta: A

6.
06 Considere o diálogo abaixo, extraído do texto “O
sonho”, de autoria do poeta e dramaturgo sueco August
Strindberg (1849  1912):
Inês: - És capaz de me dizer por que é que as flores
crescem no estrume?
O Vidraceiro: - Crescem melhor assim porque têm horror
ao estrume. A idéia delas é afastarem-se, o mais
depressa possível, e aproximarem-se da luz, a fim de
desabrocharem... e morrerem.
O texto acima descreve, em linguagem figurada, o
crescimento das flores. Segundo o conceito de nutrição
vegetal, é correto afirmar que o estrume
a) não está relacionado ao crescimento da planta, já que
   a fotossíntese cumpre esse papel.
b) fornece alimentos prontos para o crescimento da
   planta na ausência de luz, em substituição à
   fotossíntese.
c) contribui para o crescimento da planta, já que esta
   necessita obter seu alimento do solo, por não
   conseguir produzir alimento próprio por meio da
   fotossíntese.
d) é indispensável para a planta, já que fornece todos os
   nutrientes necessários para o seu crescimento, com
   exceção dos nutrientes minerais, produzidos na
   fotossíntese.
e) fornece nutrientes essenciais aos processos
   metabólicos da planta, tal como o da fotossíntese.
Resposta: E

7.
07 O vulcanismo é um dos processos da dinâmica
terrestre que sempre encantou e amedrontou a
humanidade, existindo diversos registros históricos
referentes a esse processo. Sabe-se que as atividades
vulcânicas trazem novos materiais para locais próximos à
superfície terrestre. A esse respeito, pode-se afirmar
corretamente que o vulcanismo
a) é um dos poucos processos de liberação de energia
   interna que continuará ocorrendo indefinidamente na
   história evolutiva da Terra.
b) é um fenômeno tipicamente terrestre, sem paralelo em
   outros planetas, pelo que se conhece atualmente.
c) traz para a atmosfera materiais nos estados líquido e
   gasoso, tendo em vista originarem-se de todas as
   camadas internas da Terra.
d) ocorre, quando aberturas na crosta aliviam a pressão
   interna, permitindo a ascensão de novos materiais e
   mudanças em seus estados físicos.
e) é o processo responsável pelo movimento das placas
   tectônicas, causando seu rompimento e o lançamento
   de materiais fluidos.
Resposta: D

8.
a) duas vezes maior que a existente em uma solução de
   pH = 3.
b) dez vezes maior que a existente em água pura.
c) mil vezes maior que a existente em uma solução de
   pH = 3.
d) três vezes menor que a existente em uma solução de
   pH = 3.
e) aproximadamente 16% menor que a existente em
Resposta: B

9.
09 A questão energética contemporânea, especialmente
no que se refere ao uso de combustíveis fósseis, pode ser
olhada sob uma perspectiva mais ampla.
A vida na Terra tem alguns bilhões de anos. Nossa
espécie, que surgiu há cerca de 150 mil anos, produz
ferramentas há cerca de 40 mil anos, usa carvão mineral
há cerca de 300 anos e petróleo há cerca de 100 anos.
Esses recursos energéticos, devidos à longa deposição de
organismos, encontram-se em diversas regiões, algumas
delas hoje desérticas. O consumo combinado atual
desses combustíveis, sobretudo na indústria e nos
transportes, equivale a uma queima da ordem de 100
milhões de barris de petróleo por dia, fato que preocupa
pelo aumento, na atmosfera, de gases responsáveis pelo
efeito estufa.
Da leitura desse texto, é correto afirmar que
a) há regiões desérticas que podem já ter sido oceanos,
   das quais extraímos hoje o que aí foi produzido muito
   antes da existência humana.
b) sendo os combustíveis fósseis gerados em processo
   contínuo, os mesmos poderiam ser utilizados
   indefinidamente, não fosse o aumento do efeito estufa.
c) o consumo atual de combustíveis fósseis na indústria
   e nos transportes é reposto pela deposição diária de
   biomassa fóssil.
d) os seres humanos, nos últimos 100 anos, são
   responsáveis por boa parte da geração de
   combustíveis fósseis, a partir da biomassa disponível.
e) o que era carvão mineral, em passado remoto,
   transformou-se em petróleo nos períodos recentes.
Resposta: A

10.



Resposta: A

11.
No ”salto com vara”, um atleta corre segurando uma vara
e, com perícia e treino, consegue projetar seu corpo por
cima de uma barra. Para uma estimativa da altura
alcançada nesses saltos, é possível considerar que a vara
sirva apenas para converter o movimento horizontal do
atleta (corrida) em movimento vertical, sem perdas ou
acréscimos de energia. Na análise de um desses saltos,
foi obtida a seqüência de imagens reproduzida acima.
Nesse caso, é possível estimar que a velocidade máxima
atingida pelo atleta, antes do salto, foi de,
aproximadamente,
a)   4 m/s
                   Desconsidere os efeitos do trabalho
b)   6 m/s
                    muscular após o início do salto.
c)   7 m/s
d)   8 m/s
e)   9 m/s
Resposta: D

12.
12 Um recipiente, contendo determinado volume de um
líquido, é pesado em uma balança (situação 1). Para
testes de qualidade, duas esferas de mesmo diâmetro e
densidades diferentes, sustentadas por fios, são
sucessivamente colocadas no líquido da situação 1. Uma
delas é mais densa que o líquido (situação 2) e a outra
menos densa que o líquido (situação 3). Os valores
indicados pela balança, nessas três pesagens, são tais
que


Resposta: B

13.
Uma regra prática para orientação no hemisfério Sul, em
uma noite estrelada, consiste em identificar a constelação
do Cruzeiro do Sul e prolongar três vezes e meia o braço
maior da cruz, obtendo-se assim o chamado Pólo Sul
Celeste, que indica a direção Sul. Suponha que, em
determinada hora da noite, a constelação seja observada
na Posição I. Nessa mesma noite, a constelação foi/será
observada na Posição II, cerca de
a)   duas horas antes.
b)   duas horas depois.
c)   quatro horas antes.
d)   quatro horas depois.
e)   seis horas depois.
Resposta: D

14.
14 Um aquecedor elétrico é mergulhado em um
recipiente com água a 10º C e, cinco minutos depois, a
água começa a ferver a 100º C. Se o aquecedor não for
desligado, toda a água irá evaporar e o aquecedor será
danificado. Considerando o momento em que a água
começa a ferver, a evaporação de toda a água ocorrerá
em um intervalo de aproximadamente


Resposta: E

15.
15 Em algumas situações de resgate, bombeiros utilizam
cilindros de ar comprimido para garantir condições
normais de respiração em ambientes com gases tóxicos.
Esses cilindros, cujas características estão indicadas na
tabela, alimentam máscaras que se acoplam ao nariz.
Quando acionados, os cilindros fornecem para a
respiração, a cada minuto, cerca de 40 litros de ar, à
pressão atmosférica e temperatura ambiente. Nesse caso,
a duração do ar de um desses cilindros seria de
aproximadamente


Resposta: C


16.
16 Um sistema de duas lentes, sendo uma convergente
e outra divergente, ambas com distâncias focais iguais a 8
cm, é montado para projetar círculos luminosos sobre um
anteparo. O diâmetro desses círculos pode ser alterado,
variando-se a posição das lentes.

Em uma dessas montagens, um feixe de luz, inicialmente
de raios paralelos e 4 cm de diâmetro, incide sobre a lente
convergente, separada da divergente por 8 cm, atingindo
finalmente o anteparo, 8 cm adiante da divergente. Nessa
montagem específica, o círculo luminoso formado no
anteparo é melhor representado por
Resposta: C

17.
17 Uma estudante quer utilizar uma lâmpada (dessas de
lanterna de pilhas) e dispõe de uma bateria de 12 V. A
especificação da lâmpada indica que a tensão de
operação é 4,5 V e a potência elétrica utilizada durante a
operação é de 2,25 W. Para que a lâmpada possa ser
ligada à bateria de 12 V, será preciso colocar uma
resistência elétrica, em série, de aproximadamente


Resposta: E

18.


Resposta: B

19.


Resposta: A

20.


Resposta: B

21.
21 O glicerol é um sub-produto do biodiesel, preparado
pela transesterificação de óleos vegetais. Recentemente,
foi desenvolvido um processo para aproveitar esse subproduto:
Tal processo pode ser considerado adequado ao
desenvolvimento sustentável porque
I.   permite gerar metanol, que pode ser reciclado na
     produção de biodiesel.
II. pode gerar gasolina a partir de uma fonte renovável,
     em substituição ao petróleo, não renovável.
III. tem impacto social, pois gera gás de síntese, não
     tóxico, que alimenta fogões domésticos.
É verdadeiro apenas o que se afirma em
a)   I.
b)   II.
c)   III.
d)   I e II.
e)   I e III.
Resposta: D

22.
22 No seguinte trecho (adaptado) de uma peça teatral
de C. Djerassi e R. Hoffmann, as esposas de três
químicos do século XVIII conversam sobre um
experimento feito com uma mistura de gases.
“SENHORA POHL – Uma vez o farmacêutico Scheele estava
borbulhando [a mistura gasosa] através de uma espécie
de água.
MADAME LAVOISIER – Deve ter sido água de cal.
SENHORA PRIESTLEY – A água ficou turva, não ficou?
MADAME LAVOISIER – É o mesmo gás que expiramos... o gás
que removemos com a passagem através da água de cal.
SENHORA POHL – Depois ele me pediu que colocasse no
gás remanescente um graveto já apagado, apenas em
brasa numa das extremidades. Já estava escurecendo.
SENHORA PRIESTLEY – E o graveto inflamou-se com uma
chama brilhante... e permaneceu aceso!”
Empregando símbolos e fórmulas atuais, podem-se
representar os referidos componentes da mistura gasosa por


Resposta: A

23.


Resposta: B

24.


Resposta: C

25.


Resposta: E

26.
26 A velocidade com que um gás atravessa uma
membrana é inversamente proporcional à raiz quadrada
de sua massa molar. Três bexigas idênticas, feitas com
membrana permeável a
gases, expostas ao ar e
inicialmente vazias, foram
preenchidas, cada uma,
com um gás diferente. Os
gases utilizados foram hélio,
hidrogênio e metano, não
necessariamente        nesta
ordem. As bexigas foram
amarradas, com cordões idênticos, a um suporte.
Decorrido algum tempo, observou-se que as bexigas
estavam como na figura. Conclui-se que as bexigas A, B e
C foram preenchidas, respectivamente, com
a)   hidrogênio, hélio e metano.
b)   hélio, metano e hidrogênio.
c)   metano, hidrogênio e hélio.
d)   hélio, hidrogênio e metano.
e)   metano, hélio e hidrogênio.
           Dados – massas molares (g/mol):
           H ... 1,0 ; He ... 4,0 ; C ... 12
           Massa molar média do ar ... 29 g/mol
Resposta: E

27.
27 O seguinte fragmento (adaptado) do livro Estação
Carandiru, de Drauzio Varella, refere-se à produção
clandestina de bebida no presídio:
“O líquido é transferido para uma lata grande com um furo
na parte superior, no qual é introduzida uma mangueirinha
conectada a uma serpentina de cobre. A lata vai para o
fogareiro até levantar fervura. O vapor sobe pela
mangueira e passa pela serpentina, que Ezequiel esfria
constantemente com uma caneca de água fria. Na saída
da serpentina, emborcada numa garrafa, gota a gota,
pinga a maria-louca (aguardente). Cinco quilos de milho
ou arroz e dez de açúcar permitem a obtenção de nove
litros da bebida.”
Na produção da maria-louca, o amido do milho ou do
arroz é transformado em glicose. A sacarose do açúcar é
transformada em glicose e frutose, que dão origem a
dióxido de carbono e etanol.
Dentre as equações químicas,



Resposta: C

28.


Resposta: D

29.
29 Pode-se calcular a entalpia molar de vaporização do
etanol a partir das entalpias das reações de combustão
representadas por
Para isso, basta que se conheça, também, a entalpia
molar de
a)   vaporização da água.
b)   sublimação do dióxido de carbono.
c)   formação da água líquida.
d)   formação do etanol líquido.
e)   formação do dióxido de carbono gasoso.
Resposta: A

30.
30 Sabendo que os anos bissextos são os múltiplos de 4
e que o primeiro dia de 2007 foi segunda-feira, o próximo
ano a começar também em uma segunda-feira será
a)   2012
b)   2014
c)   2016
d)   2018
e)   2020
Resposta: D


31.
31 No próximo dia 08/12, Maria, que vive em Portugal,
terá um saldo de 2.300 euros em sua conta corrente, e
uma prestação a pagar no valor de 3.500 euros, com
vencimento nesse dia. O salário dela é suficiente para
saldar tal prestação, mas será depositado nessa conta
corrente apenas no dia 10/12.
Maria está considerando duas opções para pagar a
prestação:
1. Pagar no dia 8. Nesse caso, o banco cobrará juros de
   2% ao dia sobre o saldo negativo diário em sua conta
   corrente, por dois dias;
2. Pagar no dia 10. Nesse caso, ela deverá pagar uma
   multa de 2% sobre o valor total da prestação.
Suponha que não haja outras movimentações em sua
conta corrente. Se Maria escolher a opção 2, ela terá, em
relação à opção 1,
a)   desvantagem de 22,50 euros.
b)   vantagem de 22,50 euros.
c)   desvantagem de 21,52 euros.
d)   vantagem de 21,52 euros.
e)   vantagem de 20,48 euros.
Resposta: C

32.


Resposta: C

33.


Resposta: A

34.


Resposta: D

35.


Resposta: A

36.


Resposta: E

37.


Resposta: B

38.
38 Um lotação possui três bancos para passageiros,
cada um com três lugares, e deve transportar os três
membros da família Sousa, o casal Lúcia e Mauro e mais
quatro pessoas. Além disso,
1. a família Sousa quer ocupar um mesmo banco;
2. Lúcia e Mauro querem sentar-se lado a lado.
Nessas condições, o número de maneiras distintas de
dispor os nove passageiros no lotação é igual a
a)   928
b)   1152
c)   1828
d)   2412
e)   3456
Resposta: E

39.


Resposta: B

40.
Texto para as questões de 40 a 42
     Há muitas, quase infinitas maneiras de ouvir música.
Entretanto, as três mais freqüentes distinguem-se pela
tendência que em cada uma delas se torna dominante:
ouvir com o corpo, ouvir emotivamente, ouvir
intelectualmente.
     Ouvir com o corpo é empregar no ato da escuta não
apenas os ouvidos, mas a pele toda, que também vibra ao
contato com o dado sonoro: é sentir em estado bruto. É
bastante freqüente, nesse estágio da escuta, que haja um
impulso em direção ao ato de dançar.
     Ouvir emotivamente, no fundo, não deixa de ser ouvir
mais a si mesmo que propriamente a música. É usar da
música a fim de que ela desperte ou reforce algo já latente
em nós mesmos. Sai-se da sensação bruta e entra-se no
campo dos sentimentos.
     Ouvir intelectualmente é dar-se conta de que a
música tem, como base, estrutura e forma. Referir-se à
música a partir dessa perspectiva seria atentar para a
materialidade de seu discurso: o que ele comporta, como
seus elementos se estruturam, qual a forma alcançada
nesse processo.
              Adaptado de J. Jota de Moraes, O que é música.
40 De acordo com o texto, quando uma tendência de
ouvir se torna dominante, a audição musical
a) supõe a operação prévia da livre e consciente escolha
   de um dos três modos de recepção.
b) estabelece uma clara hierarquia entre as obras
   musicais, com base no valor intrínseco de cada uma
   delas.
c) privilegia determinado aspecto da obra musical, sem
   que isso implique a exclusão de outros.
d) ocorre de modo a propiciar uma combinação harmoniosa
   e equilibrada dos três modos de recepção.
e) subordina os modos de recepção aos diferentes
   propósitos dos compositores.
Resposta: C

41.
41 Nesse texto, o primeiro parágrafo e o conjunto dos
demais articulam-se de modo a constituir, respectivamente,
a)   uma proposição e seu esclarecimento.
b)   um tema e suas variações.
c)   uma premissa e suas contradições.
d)   uma declaração e sua atenuação.
e)   um paradoxo e sua superação.
Resposta: A

42.
42 Considere as seguintes afirmações:
I. Ouvir música com o corpo é senti-la em estado bruto.
II. Ao ouvir-se música emotivamente, sai-se do estado
    bruto.
Essas afirmações articulam-se de maneira clara e
coerente no período:
a) Com o corpo, ouve-se música sentindo-a em estado
   bruto, ocorrendo o mesmo se ouvi-la emotivamente.
b) Sai do estado bruto quem ouve música com o corpo,
   no caso de quem a sente de modo emotivo.
c) Para sentir a música emotivamente, quem sai do
   estado bruto é quem a ouve com o corpo.
d) Sai para o estado emotivo de ouvir música aquele que
   a ouvia no estado bruto do corpo.
e) Quem ouve música de modo emotivo deixa de senti-la
   no estado bruto, próprio de quem a ouve com o corpo.
Resposta: E

43.
Texto para as questões de 43 a 45
S. Paulo, 13-XI-42
Murilo
     São 23 horas e estou honestissimamente em casa,
imagine! Mas é doença que me prende, irmão pequeno.
Tomei com uma gripe na semana passada, depois,
desensarado, com uma chuva, domingo último, e o
resultado foi uma sinusitezinha infernal que me inutilizou
mais esta semana toda. E eu com tanto trabalho! Faz
quinze dias que não faço nada, com o desânimo de após-gripe,
uma moleza invencível, e as dores e tratamento
atrozes. Nesta noitinha de hoje me senti mais animado e
andei trabalhandinho por aí. (...)
     Quanto a suas reservas a palavras do poema que lhe
mandei, gostei da sua habilidade em pegar todos os casos
“propositais”. Sim senhor, seu poeta, você até está ficando
escritor e estilista. Você tem toda a razão de não gostar
do “nariz furão”, de “comichona”, etc. Mas lhe juro que o
gosto consciente aí é da gente não gostar sensitivamente.
As palavras são postas de propósito pra não gostar,
devido à elevação declamatória do coral que precisa ser
um bocado bárbara, brutal, insatisfatória e lancinante.
Carece botar um pouco de insatisfação no prazer estético,
não deixar a coisa muito bem-feitinha.(...) De todas as
palavras que você recusou só uma continua me
desagradando “lar fechadinho”, em que o carinhoso do
diminutivo é um desfalecimento no grandioso do coral.
                  Mário de Andrade, Cartas a Murilo Miranda.
43 “... estou honestissimamente em casa, imagine! Mas
é doença que me prende, irmão pequeno.”
No trecho acima, o termo grifado indica que o autor da
carta pretende
a) revelar a acentuada sinceridade com que se dirige ao
   leitor.
b) descrever o lugar onde é obrigado a ficar em razão da
   doença.
c) demarcar o tempo em que permanece impossibilitado
   de sair.
d) usar a doença como pretexto para sua voluntária
   inatividade.
e) enfatizar sua forçada resignação com a permanência
   em casa.
Resposta: E

44.
44 No      texto,   as   palavras    “sinusitezinha”   e
“trabalhandinho” exprimem, respectivamente,
a)   delicadeza e raiva.
b)   modéstia e desgosto.
c)   carinho e desdém.
d)   irritação e atenuação.
e)   euforia e ternura.
Resposta: D

45.
45 No trecho “...o gosto consciente aí é da gente não
gostar sensitivamente”, apresenta-se um jogo de idéias
contrárias, que também ocorre em
a)   “dores e tratamento atrozes”.
b)   “reservas a palavras do poema”.
c)   “insatisfação no prazer estético”.
d)   “a coisa muito bem-feitinha”.
e)   “o carinhoso do diminutivo”.
Resposta: C


46.
Texto para as questões 46 e 47
     No início do século XVI, Maquiavel escreveu O
Príncipe – uma célebre análise do poder político,
apresentada sob a forma de lições, dirigidas ao príncipe
Lorenzo de Médicis. Assim justificou Maquiavel o caráter
professoral do texto:
     Não quero que se repute presunção o fato de um
homem de baixo e ínfimo estado discorrer e regular sobre
o governo dos príncipes; pois assim como os [cartógrafos]
que desenham os contornos dos países se colocam na
planície para considerar a natureza dos montes, e para
considerar a das planícies ascendem aos montes, assim
também, para conhecer bem a natureza dos povos, é
necessário ser príncipe, e para conhecer a dos príncipes é
necessário ser do povo.
                          Tradução de Lívio Xavier, adaptada.
46 Ao justificar a autoridade com que pretende ensinar
um príncipe a governar, Maquiavel compara sua missão à
de um cartógrafo para demonstrar que
a) o poder político deve ser analisado tanto do ponto de
   vista de quem o exerce quanto do de quem a ele está
   submetido.
b) é necessário e vantajoso que tanto o príncipe como o
   súdito exerçam alternadamente a autoridade do
   governante.
c) um pensador, ao contrário do que ocorre com um
   cartógrafo, não precisa mudar de perspectiva para
   situar posições complementares.
d) as formas do poder político variam, conforme sejam
   exercidas por representantes do povo ou por membros
   da aristocracia.
e) tanto o governante como o governado, para bem
   compreenderem o exercício do poder, devem
   restringir-se a seus respectivos papéis.
Resposta: A

47.
47 Está redigido com clareza, coerência e correção o
seguinte comentário sobre o texto:
a) Temendo ser qualificado de presunçoso, Maquiavel
   achou por bem defrontar sua autoridade intelectual,
   tipo um cartógrafo habilitado a desenhar os contrastes
   de uma região.
b) Maquiavel, embora identificando-se como um homem
   de baixo estado, não deixou de justificar sua
   autoridade diante do príncipe, em cujos ensinamentos
   lhe poderiam ser de grande valia.
c) Manifestando uma compreensão dialética das relações
   de poder, Maquiavel não hesita em ministrar ao
   príncipe, já ao justificar o livro, uma objetiva lição de
   política.
d) Maquiavel parece advertir aos poderosos de que não
   se menospreze as lições de quem sabe tanto analisar
   quanto ensinar o comportamento de quem mantenha
   relações de poder.
e) Maquiavel, apesar de jamais ter sido um governante
   em seu livro tão perspicaz, soube se investir nesta
   função, e assim justificar-se diante de um príncipe
   autêntico.
Resposta: C

48.
Texto para a questão 48
                         A borboleta
     Cada vez que o poeta cria uma borboleta, o leitor
exclama: “Olha uma borboleta!” O crítico ajusta os
nasóculos e, ante aquele pedaço esvoaçante de vida,
murmura:  Ah!, sim, um lepidóptero...
                                    Mário Quintana, Caderno H.
nasóculos = óculos sem hastes, ajustáveis ao nariz.
48 Depreende-se desse fragmento que, para Mário
Quintana,
a) a crítica de poesia é meticulosa e exata quando acolhe
   e valoriza uma imagem poética.
b) uma imagem poética logo se converte, na visão de um
   crítico, em um referente prosaico.
c) o leitor e o poeta relacionam-se de maneira antagônica
   com o fenômeno poético.
d) o poeta e o crítico sabem reconhecer a poesia de uma
   expressão como “pedaço esvoaçante de vida”.
e) palavras como “borboleta” ou “lepidóptero” mostram
   que há convergência entre as linguagens da ciência e
   da poesia.
Resposta: B

49.
Texto para as questões 49 e 50
Meses depois fui para o seminário de S. José. Se eu
pudesse contar as lágrimas que chorei na véspera e na
manhã, somaria mais que todas as vertidas desde Adão e
Eva. Há nisto alguma exageração; mas é bom ser
enfático, uma ou outra vez, para compensar este
escrúpulo de exatidão que me aflige.
                         Machado de Assis, Dom Casmurro.
49 Considerando-se o contexto desse romance de
Machado de Assis, pode-se afirmar corretamente que, no
trecho acima, ao comentar o próprio estilo, o narrador
procura
a) afiançar a credibilidade do ponto de vista que lhe
   interessa sustentar.
b) provocar o leitor, ao declará-lo incapaz de
   compreender o enredo do livro.
c) demonstrar que os assuntos do livro são mero pretexto
   para a prática da metalinguagem.
d) revelar   sua     adesão    aos   padrões   literários
   estabelecidos pelo Romantismo.
e) conferir autoridade à narrativa, ao basear sua
   argumentação na História Sagrada.
Resposta: A

50.
50 O “escrúpulo de exatidão” que, no trecho, o narrador
contrapõe à exageração ocorre também na frase:
a) No momento em que nos contaram a anedota, quase
   estouramos de tanto rir.
b) Dia a dia, mês a mês, ano a ano, até o fim dos
   tempos, não tirarei os olhos de ti.
c) Como se sabe, o capitão os alertou milhares de vezes
   sobre os perigos do lugar.
d) Conforme se vê nos registros, faltou às aulas trinta e
   nove vezes durante o curso.
e) Com toda a certeza, os belíssimos presentes lhe
   custaram os olhos da cara.
Resposta: D

51.
51 Considere as seguintes afirmações sobre três obras
literárias:
Na primeira obra, o catolicismo apresenta-se como
religião absoluta, cujos princípios sólidos mais
sobressaem ao serem contrapostos às desordens
humanas. Na segunda obra, diferentemente, ele aparece
como religião relativamente maleável, cujos preceitos as
personagens acabam por adaptar a seus desejos e
conveniências, sem maiores problemas de consciência
subseqüentes. Já na terceira obra, o catolicismo
comparece sobretudo como parte de um resgate mais
amplo de valores familiares e tradicionais, empreendido
pelo protagonista.
Essas afirmações     referem-se,   respectivamente,   às
seguintes obras:
a) Dom Casmurro, Memórias de um sargento de
   milícias e Auto da barca do inferno.
b) Memórias de um sargento de milícias, “A hora e
   vez de Augusto Matraga” e Vidas secas.
c) “A hora e vez de Augusto Matraga”, A cidade e as
   serras e Memórias de um sargento de milícias.
d) Auto da barca do inferno, Dom Casmurro e A
   cidade e as serras.
e) A cidade e as serras, Vidas secas e Auto da barca
   do inferno.
Resposta: D

52.
52 Considere as seguintes comparações entre Vidas
secas e Iracema:
I.   Em ambos os livros, a parte final remete o leitor ao
     início da narrativa: em Vidas secas, essa recondução
     marca o retorno de um fenômeno cíclico; em Iracema,
     a remissão ao início confirma que a história fora
     contada em retrospectiva, reportando-se a uma época
     anterior à da abertura da narrativa.
II. A necessidade de migrar é tema de que Vidas secas
    trata abertamente. O mesmo tema, entretanto, já era
    sugerido no capítulo final de Iracema, quando,
    referindo-se à condição de migrante de Moacir, “o
    primeiro cearense”, o narrador pergunta: “Havia aí a
    predestinação de uma raça?”
III. As duas narrativas elaboram suas tramas ficcionais a
     partir de indivíduos reais, cuja existência histórica, e
     não meramente ficcional, é documentada: é o caso de
     Martim e Moacir, em Iracema, e de Fabiano e sinha
     Vitória, em Vidas secas.
Está correto o que se afirma em
a)   I, somente.
b)   II, somente.
c)   I e II, somente.
d)   II e III, somente.
e)   I, II e III.
Resposta: C

53.
53 Apesar de viver “um pouco ao sabor da sorte”, “sem
plano nem reflexão”, “movido pelas circunstâncias”, como
uma espécie de “títere” (expressões de Antonio Candido),
o protagonista das Memórias de um sargento de
milícias, Leonardo (filho), como outras personagens do
romance, mostra-se bastante determinado quando se
trata de
a) estabelecer estratégias para ascender na escala
   social.
b) assumir rixas, tirar desforras e executar vinganças.
c) demonstrar afeto e gratidão por aqueles que o
   amparam e defendem.
d) buscar um emprego que lhe garanta a subsistência
   imediata.
e) conservar-se fiel ao primeiro amor de sua vida.
Resposta: B

54.
54 Entre os seguintes versos de Alberto Caeiro, aqueles
que, tomados em si mesmos, expressam ponto de vista
frontalmente contrário à orientação dominante que se
manifesta em A rosa do povo, de Carlos Drummond de
Andrade, são os que estão em:
a) “Se o que escrevo tem valor, não sou eu que o tenho: /
   O valor está ali, nos meus versos.”
b) “Eu nunca daria um passo para alterar / Aquilo a que
   chamam a injustiça do mundo.”
c) “Como o campo é grande e o amor pequeno! / Olho, e
   esqueço, como o mundo enterra e as árvores se
   despem.”
d) “Quando a erva crescer em cima da minha sepultura, /
   seja esse o sinal para me esquecerem de todo.”
e) “Quem me dera que eu fosse o pó da estrada / E que
   os pés dos pobres me estivessem pisando...”
Resposta: B

55.


Resposta: E

56.
56 De acordo com o texto, pesquisadores japoneses
desenvolveram um robô que
a) responde a perguntas e dá conselhos às pessoas, em
   poucos segundos.
b) recebe treinamento para produzir fala inteligível.
c) consegue adivinhar os desejos das pessoas.
d) tem capacidade de interagir com interlocutores
   diferentes ao mesmo tempo.
e) interage prontamente com qualquer pessoa, em várias
   línguas.
Resposta: D

57.
57 Segundo o texto, num cenário de restaurante, o robô
a)   serve a mesa e escolhe os pratos para os clientes.
b)   anota pedidos e prepara a comida.
c)   organiza o funcionamento do restaurante.
d)   lê o cardápio em voz alta e dá sugestão de pratos.
e)   repete os pedidos feitos e informa o valor da refeição.
Resposta: E

58.
58 O texto refere-se a “the cocktail party effect” (l. 21-22),
que é metáfora para descrever a dificuldade de
a) selecionar sons relevantes, a que prestar atenção, em
   locais com muita gente.
b) escolher pessoas importantes com quem conversar
   em festas.
c) circular e se aproximar de pessoas em coquetéis.
d) beber só um pouco para conseguir interagir com
   outros convidados.
e) conversar casualmente sobre diversos temas.
Resposta: A

59.
59 O estudo mencionado no texto
a) avaliou a influência de níveis de hostilidade em
   indivíduos deprimidos.
b) baseou-se em diferentes tipos de exames médicos e
   respostas a questionários.
c) foi importante para controlar os níveis da proteína C3
   no sangue de soldados com pressão arterial elevada.
d) foi desenvolvido para testar a relação entre pressão
   arterial e diabetes.
e) concentrou-se      na  análise    de     manifestações
   depressivas em veteranos do Vietnã.
Resposta: B

60.
60 Os resultados do estudo mencionado no texto
sugerem que
a) os níveis da proteína C3 diminuem em homens que
   passaram por experiências traumáticas de guerra.
b) níveis altos de hostilidade são potencial ameaça à
   saúde mental.
c) doenças cardiovasculares podem estar relacionadas
   aos níveis de hostilidade, raiva e depressão.
d) baixa ingestão de proteínas pode causar raiva e
   depressão, estimulando comportamentos hostis.
e) os veteranos do Vietnã analisados estavam menos
   deprimidos que o esperado.
Resposta: C


61.
A charge acima, satirizando uma situação problemática,
comum às grandes cidades, sugere a
I.   importância da circulação para a dinâmica das
     atividades urbanas, exigindo da municipalidade a
     produção de soluções.
II. hegemonia do automóvel particular frente ao
    transporte público coletivo, resultando em entraves à
    fluidez do tráfego viário.
III. ausência de instrumentos legais de planejamento
     urbano, impedindo o processo de metropolização.
Está correto o que se afirma em
a)   I, apenas.
b)   I e II, apenas.
c)   III, apenas.
d)   II e III, apenas.
e)   I, II e III.
Resposta: B

62.
Com o auxílio do gráfico e considerando seus
conhecimentos, é possível afirmar que, no período
representado,
a) a região sul mostra sensível decréscimo das taxas de
   produção industrial, fato que provoca êxodo da
   população em busca de emprego nas atividades
   agrárias.
b) a região sul apresenta taxas altas e baixas de
   crescimento, devido ao esgotamento do modelo
   baseado em indústrias alimentícias.
c) os estados selecionados do Nordeste revelam
   tendência à estagnação da produção industrial e à
   retração das atividades agrárias.
d) os dados apontam para o fenômeno da
   desconcentração industrial no Sudeste, em razão da
   liderança assumida pelo agronegócio nessa região.
e) a região sudeste ainda apresenta concentração
   industrial expressiva, apesar da diminuição das taxas
   de crescimento de parte de seus estados.
Resposta: E

63.
63 Segundo dados do IBGE (2006), o estado de São
Paulo tem-se caracterizado por um número maior de
pessoas que dele saem. Segundo estudiosos, tal
fenômeno é relativamente novo e diz respeito,
principalmente, à
a) “migração de retorno” de estrangeiros radicados no
   Estado os quais, por motivos de ordem econômica, estão
   voltando a seus países de origem, cujas economias
   demonstram, na atualidade, maior dinamismo.
b) emigração de paulistas para os Estados Unidos,
   atraídos por melhores condições de trabalho e de vida,
   bem como pela possibilidade de remeter valores às
   suas famílias que aqui permanecem.
c) “migração de retorno” de brasileiros, sobretudo
   nordestinos, que, ao buscarem melhores condições de
   vida, e por não as encontrarem, retornam a seus estados
   de origem.
d) migração de paulistas para outros estados do país, em
   busca de novas frentes de emprego e qualidade de
   vida, dada a estagnação do setor terciário paulista.
e) emigração de um grande número de paulistas
   descendentes de japoneses, para o Japão
   (decasséguis), devido às excelentes condições de vida
   a eles oferecidas naquele país.
Resposta: C

64.


Resposta: B

65.


Resposta: A

66.
a) a Zona da Mata, onde se desenvolveram, no passado
   colonial, o extrativismo do pau-brasil e a cultura da
   cana, abriga, hoje, extensas áreas produtoras de
   grãos, destinados ao mercado externo.
b) o Agreste, ocupado durante os séculos XVIII e XIX por
   criadores de gado, manteve a mais rígida estrutura
   agrária do Nordeste, concentrando, hoje, extensos e
   improdutivos latifúndios.
c) o Sertão, devido às suas características físico-naturais
   e apesar de sucessivas políticas públicas de combate
   às secas e incentivo ao desenvolvimento agrícola,
   mantém sua economia restrita a atividades
   tradicionais.
d) a Zona da Mata, antes lugar de plantation colonial,
   escravista, concentra, hoje, a produção industrial
   regional, distribuída espacialmente na forma de
   manchas, no entorno de algumas capitais.
e) o Agreste, caracterizado, no início da colonização,
   como região de pequena propriedade e de agricultura
   de subsistência, concentra, hoje, os maiores e mais
   dinâmicos complexos agroindustriais da região.
Resposta: D

67.
A censura política na internet está, em geral, associada à
atitude de países que pretendem
I.   proteger suas culturas e valores nacionais, inibindo o
     contato com culturas de outras nações.
II. controlar o acesso a informações sobre a situação
     política interna e a questão dos direitos humanos.
III. isolar suas economias dos efeitos perversos de um
     mercado globalizado.
Está correto o que se afirma em
a)   I, apenas.
b)   II, apenas.
c)   I e II, apenas.
d)   III, apenas.
e)   I, II e III.
Resposta: C

68.
68 Leia o texto abaixo e, em seguida, escolha a frase
que o completa corretamente.
            A tragédia de um mar que secou
“Há     quarenta      anos,
Muynak era um porto
pesqueiro movimentado. O
nível d'água baixou tanto
que hoje, a olho nu, não se
vê uma gota até a linha do
horizonte. Observando-se
imagens de satélite, é
possível ter uma idéia mais
clara da dimensão desse
processo. Quando, na
então URSS, foi feito o
desvio de dois rios de porte
que desembocavam no
mar de Aral com o intuito de
a) explorar as jazidas minerais do fundo desse mar, houve
   intensificação de suas altas taxas de evaporação.”
b) abastecer o parque industrial na região sudoeste, houve
   significativa interferência no balanço hídrico de tal mar.”
c) corrigir a salinidade de solos para a produção de trigo,
   houve intensificação das taxas de evaporação do mar
   de Aral.”
d) construir hidrelétricas em substituição às usinas
   nucleares, houve intensificação das taxas de
   evaporação desse mar.”
e) aproveitar áreas desérticas para produção de algodão,
   houve significativa interferência no balanço hídrico do
   referido mar.”
Resposta: E

69.
69 As armas e os barões assinalados
     Que, da Ocidental praia Lusitana,
     Por mares nunca de antes navegados,
     Passaram ainda além da Taprobana*,
     Em perigos e guerras esforçados
     Mais do que prometia a força humana,
     E entre gente remota edificaram
     Novo Reino, que tanto sublimaram;
* Antigo Ceilão, atual Sri Lanka.
    Luís de Camões, Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1988.
Esta é a primeira estrofe do Canto I de Os Lusíadas, no qual
se inicia a narrativa da viagem de Vasco da Gama. Por essa
estrofe é possível imaginar a importância dos documentos
cartográficos, à época, para a expansão marítima. Um
desses documentos eram as cartas denominadas
a) árabes, que se serviam da posição dos astros para a
   navegação, mas apresentavam imprecisões relativas a
   alguns mares.
b) náuticas, que traziam informações precisas sobre oceanos
   e mares, em densa malha de coordenadas geográficas,
   fato que não impedia desorientações e outros riscos.
c) geodésicas, que traziam informações detalhadas
   sobre áreas continentais, embora fossem imprecisas
   quanto aos mares desconhecidos.
d) portulanos, que eram valiosas e estratégicas e
   caracterizavam-se por apresentar rumos a serem
   percorridos em oceanos e mares e poucos detalhes
   sobre os continentes.
e) medievais, que eram imprecisas, pois continham
   interpretações religiosas, por vezes assustadoras,
   quanto aos mares e continentes.
Resposta: D

70.
O mapa acima retrata a distribuição espacial, no planeta,
de núcleos urbanos com mais de 10 milhões de
habitantes, as megacidades. Sobre megacidades e os
processos que as geraram, é correto afirmar que
a) a maior do mundo, Tóquio, teve vertiginoso
   crescimento após a Segunda Guerra Mundial, em
   razão do expressivo desenvolvimento econômico do
   Japão nesse período.
b) as latino-americanas cresceram em razão das
   riquezas geradas por atividades primárias e do
   dinamismo econômico decorrente de suas funções
   portuárias.
c) a maior parte delas localiza-se em países de elevado
   PIB per capita, tendo sua origem ligada a índices
   expressivos de crescimento vegetativo e êxodo rural.
d) as localizadas em países de economia menos
   dinâmica cresceram lentamente devido à expansão do
   setor primário.
e) as localizadas no Oriente Médio são expressivas em
   número, em razão do desenvolvimento econômico
   gerado pelo petróleo.
Resposta: A

71.
71 Na atualidade, praticamente todos os dirigentes
políticos, no Brasil e no mundo, dizem-se defensores de
padrões democráticos e de valores republicanos. Na
Antigüidade, tais padrões e valores conheceram o auge,
tanto na democracia ateniense, quanto na república
romana, quando predominaram
a)   a liberdade e o individualismo.
b)   o debate e o bem público.
c)   a demagogia e o populismo.
d)   o consenso e o respeito à privacidade.
e)   a tolerância religiosa e o direito civil.
Resposta: B

72.
72 Nos séculos XIV e XV, a Itália foi a região mais rica e
influente da Europa. Isso ocorreu devido à
a) iniciativa pioneira na busca do caminho marítimo para
   as Índias.
b) centralização precoce do poder monárquico nessa
   região.
c) ausência completa de relações feudais em todo o seu
   território.
d) neutralidade da península itálica frente à guerra
   generalizada na Europa.
e) combinação de desenvolvimento comercial com
   pujança artística.
Resposta: E

73.
73 “Os cosmógrafos e navegadores de Portugal e
Espanha procuram situar estas costas e ilhas da maneira
mais conveniente aos seus propósitos. Os espanhóis
situam-nas mais para o Oriente, de forma a parecer que
pertencem ao Imperador (Carlos V); os portugueses, por
sua vez, situam-nas mais para o Ocidente, pois deste
modo entrariam em sua jurisdição.”
                  Carta de Robert Thorne, comerciante inglês,
                               ao rei Henrique VIII, em 1527.
O texto remete diretamente
a) à competição entre os países europeus retardatários
   na corrida pelos descobrimentos.
b) aos esforços dos cartógrafos para mapear com
   precisão as novas descobertas.
c) ao duplo papel da marinha da Inglaterra, ao mesmo
   tempo mercantil e corsária.
d) às disputas entre países europeus, decorrentes do
   Tratado de Tordesilhas.
e) à aliança das duas Coroas ibéricas na exploração
   marítima.
Resposta: D

74.
74 Em novembro de 1807, a família real portuguesa
deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de
Janeiro. O acontecimento pode ser visto como
a) incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão
   da Espanha para impedir a anexação de Portugal.
b) ato desesperado do Príncipe Regente, pressionado
   pela rainha-mãe, Dona Maria I.
c) execução de um velho projeto de mudança do centro
   político do Império português, invocado em épocas de
   crise.
d) culminância de uma discussão popular sobre a
   neutralidade de Portugal com relação à guerra anglofrancesa.
e) exigência diplomática apresentada por Napoleão
   Bonaparte, então primeiro cônsul da França.
Resposta: C

75.
75 Com relação ao período colonial, tanto na América
Portuguesa quanto na América Espanhola, considere as
seguintes afirmações:
1. a mão-de-obra escrava africana, empregada nas
   atividades econômicas, era a predominante.
2. as Coroas controlavam as economias por intermédio
   de monopólios e privilégios.
3. os nascidos nas Américas não sofriam restrições para
   ascender nas administrações civis e religiosas.
4. a alta hierarquia da Igreja Católica mantinha fortes
   laços políticos com as Coroas.
5. as rebeliões manifestavam as insatisfações políticas
   de diferentes grupos sociais.
Das afirmações acima, são verdadeiras apenas
a)   1, 2 e 3
b)   1, 3 e 4
c)   2, 3 e 5
d)   2, 4 e 5
e)   3, 4 e 5
Resposta: D


76.
76 A atividade extrativista desenvolvida na Amazônia,
durante o período colonial, foi importante, porque
a) garantiu a ocupação da região e aproveitou a mão-deobra indígena local.
b) reproduziu, na região, a estrutura da grande
   propriedade monocultora.
c) gerou riquezas e permitiu a abertura de estradas na
   região.
d) permitiu a integração do norte do Brasil ao contexto
   andino.
e) inviabilizou as aspirações holandesas de ocupação da
   floresta.
Resposta: A

77.
77 “No Chile, a lei não serve para outra coisa a não ser
produzir a anarquia e a ausência de sanções [...] Se eu,
por exemplo, prendo um indivíduo que sei que está
tramando uma conspiração [contra o governo], violo a lei.
Maldita lei então que não deixa o braço do governo
proceder livremente no momento oportuno. [...] De minha
parte, sei dizer que, com lei ou sem ela, essa senhora que
chamam de Constituição tem que ser violada quando as
circunstâncias são extremas.”
              Carta de Diego Portales, ministro chileno, em 1834.
Nesse texto, Portales está defendendo uma visão
a)   liberal, que privilegia o respeito às leis e à justiça.
b)   aristocrática, que valoriza o regime monárquico.
c)   federalista, que salvaguarda os interesses das províncias.
d)   elitista, que defende os direitos do indivíduo.
e)   autoritária, que garante a ordem acima de tudo.
Resposta: E

78.
78 Sobre a economia brasileira durante a Primeira
República, é possível destacar os seguintes elementos:
a) exportações dirigidas aos mercados europeus e
   asiáticos e crescimento da pecuária no Nordeste.
b) investimentos britânicos no setor de serviços e
   produção de bens primários para a exportação.
c) protecionismo alfandegário para estimular a indústria e
   notável ampliação do mercado interno.
d) aplicação de capital estrangeiro na indústria e
   consolidação do café como único produto de
   exportação.
e) integração regional e plano federal de defesa da
   comercialização da borracha na Amazônia.
Resposta: B

79.
79 “O livre-comércio é um bem – como a virtude, a
santidade e a retidão – a ser amado, admirado, honrado e
firmemente adotado, por si mesmo, ainda que todo o resto
do mundo ame restrições e proibições, que, em si
mesmas, são males – como o vício e o crime – a serem
odiados e detestados sob quaisquer circunstâncias e em
todos os tempos.”
                                   The Economist, em 1848.
Tendo em vista o contexto histórico da época, tal
formulação favorecia particularmente os interesses
a)   do comércio internacional, mas não do inglês.
b)   da agricultura inglesa e da estrangeira.
c)   da indústria inglesa, mas não da estrangeira.
d)   da agricultura e da indústria estrangeiras.
e)   dos produtores de todos os países.
Resposta: C

80.
80 “Há oitenta anos, a Rússia era forte por causa do
dinamismo revolucionário do comunismo, incluindo o
poder de atração da sua ideologia. Há quarenta anos, a
Rússia Soviética era forte por causa do poderio do
Exército Vermelho. Hoje, a Rússia de Putin é forte por
causa do gás e do petróleo.”
         Timothy Garton Ash, historiador inglês, janeiro de 2007.
Do texto, depreende-se que a Rússia
a) manteve inalterada sua posição de grande potência
   em todo o período mencionado.
b) recuperou, na atualidade, o seu papel de país líder da
   Europa.
c) conheceu períodos de altos e baixos em função das
   conjunturas externas.
d) passou de força política, a força militar e desta, a força
   econômica.
e) conservou, sempre, a sua preeminência graças ao
   incomparável poderio militar.
Resposta: D

81.
Os biomas do Brasil, cujas condições ambientais estão
representadas no gráfico pelas regiões demarcadas I, II,
III e IV, correspondem, respectivamente, a
a) cerrado, caatinga, floresta amazônica e floresta
   atlântica.
b) pampa, cerrado, floresta amazônica e complexo
   pantaneiro.
c) cerrado, pampa, floresta atlântica e complexo
   pantaneiro.
d) caatinga, cerrado, pampa e complexo pantaneiro.
e) caatinga, cerrado, floresta atlântica e floresta
   amazônica.
Resposta: E

82.
82 As estruturas presentes em uma célula vegetal,
porém ausentes em uma bactéria, são:
a) cloroplastos, lisossomos, núcleo e membrana
   plasmática.
b) vacúolos, cromossomos, lisossomos e ribossomos.
c) complexo golgiense, membrana plasmática, mitocôndrias
   e núcleo.
d) cloroplastos,  mitocôndrias,   núcleo    e    retículo
   endoplasmático.
e) cloroplastos, complexo golgiense, mitocôndrias e
   ribossomos.
Resposta: D

83.
83 A presença ou a ausência da estrutura da planta em
uma gramínea, um pinheiro e uma samambaia está
corretamente indicada em:


Resposta: E

84.
84 Indique a alternativa que lista somente doenças que
têm artrópodes como transmissores ou hospedeiros
intermediários do agente causador:
a) amarelão, doença de Chagas, esquistossomose e
   teníase.
b) dengue, esquistossomose, febre amarela e malária.
c) amarelão, doença de Chagas, filariose e malária.
d) dengue, febre amarela, filariose e malária.
e) dengue, febre amarela, filariose e teníase.
Resposta: D

85.
85 Um argumento correto que pode ser usado para
apoiar a idéia de que os vírus são seres vivos é o de que
eles
a) não dependem do hospedeiro para a reprodução.
b) possuem número de genes semelhante ao dos
   organismos multicelulares.
c) utilizam o mesmo código genético das outras formas
   de vida.
d) sintetizam carboidratos e lipídios, independentemente
   do hospedeiro.
e) sintetizam suas proteínas independentemente do
   hospedeiro.
Resposta: C

86.
86 As lulas, lombrigas, minhocas e tênias eram reunidas
antigamente em um mesmo grupo denominado Vermes, o
que já não ocorre nas classificações atuais. Sobre as
características morfológicas e de desenvolvimento desses
animais, é correto afirmar que
a) as lulas, minhocas e tênias possuem celoma, mas as
   lombrigas são acelomadas.
b) as minhocas e lulas apresentam metameria, que não é
   encontrada nas tênias e lombrigas.
c) as lulas, minhocas e lombrigas possuem mesoderme,
   mas as tênias não têm esse folheto embrionário.
d) as minhocas e lombrigas apresentam simetria bilateral
   e as tênias e lulas têm simetria radial.
e) as lulas e minhocas possuem sistema digestório
   completo, mas, nas tênias e lombrigas, ele é
   incompleto.
Resposta: B

87.
87 Com relação à gametogênese humana, a quantidade
de DNA
I.   do óvulo é a metade da presente na ovogônia.
II. da ovogônia equivale à presente na espermatogônia.
III. da espermatogônia é a metade da presente no zigoto.
IV. do segundo corpúsculo polar é a mesma presente no
    zigoto.
V. da espermatogônia é o dobro da presente na
   espermátide.
São afirmativas corretas apenas:
a) I e II
b) IV e V
c) I, II e V
d) II, III e IV
e) III, IV e V
Resposta: C

88.
88 Em algumas doenças humanas, o funcionamento dos
rins fica comprometido. São conseqüências diretas do
mau funcionamento dos rins:
a) acúmulo de produtos nitrogenados tóxicos no sangue
   e elevação da pressão arterial.
b) redução do nível de insulina e acúmulo de produtos
   nitrogenados tóxicos no sangue.
c) não-produção de bile e enzimas hidrolíticas
   importantes na digestão das gorduras.
d) redução do nível de hormônio antidiurético e elevação
   do nível de glicose no sangue.
e) redução do nível de aldosterona, que regula a pressão
   osmótica do sangue.
Resposta: A

89.
89 No início da década de 1950, o vírus que causa a
doença chamada de mixomatose foi introduzido na
Austrália para controlar a população de coelhos, que se
tornara uma praga. Poucos anos depois da introdução do
vírus, a população de coelhos reduziu-se drasticamente.
Após 1955, a doença passou a se manifestar de forma
mais branda nos animais infectados e a mortalidade
diminuiu. Considere as explicações para esse fato
descritas nos itens de I a IV:
I.   O vírus promoveu a seleção de coelhos mais
     resistentes à infecção, os quais deixaram maior
     número de descendentes.
II. Linhagens virais que determinavam a morte muito
    rápida dos coelhos tenderam a se extinguir.
III. A necessidade de adaptação dos coelhos à presença
     do vírus provocou mutações que lhes conferiram
     resistência.
IV. O vírus induziu a produção de anticorpos que foram
    transmitidos pelos coelhos à prole, conferindo-lhe
    maior resistência com o passar das gerações.
Estão de acordo com a teoria da evolução por seleção
natural apenas as explicações:
a)   I e II
b)   I e IV
c)   II e III
d)   II e IV
e)   III e IV
Resposta: A

90.
90 A energia luminosa fornecida pelo Sol
a) é fundamental para a manutenção das cadeias
   alimentares, mas não é responsável pela manutenção
   da pirâmide de massa.
b) é captada pelos seres vivos no processo da
   fotossíntese e transferida ao longo das cadeias
   alimentares.
c) tem transferência bidirecional nas cadeias alimentares
   por causa da ação dos decompositores.
d) transfere-se ao longo dos níveis tróficos das cadeias
   alimentares, mantendo-se invariável.
e) aumenta à medida que é transferida de um nível
   trófico para outro nas cadeias alimentares.
Resposta: B


  Resolva o Quiz :     FUVEST Vestibular 2008 - Primeira Fase


Fale consosco © 1999-2017, Syvum Technologies Inc. Politíca de Privacidade Aviso legal e direitos autorais
Previous
-
Next
-